bannerTopHeader

Bisalax 5mg

07896006257950
Bisalax 5mg Envelope com 6 Drágeas
Por: R$ 1,95
à vista
ComprarVendedor Araujo
7896006257929_1
Bisalax 5mg com 20 Drágeas
Por: R$ 6,49
à vista
ComprarVendedor Araujo
+ Saiba Mais

Veja avaliações de quem já comprou

Característica

ApresentaçãoDrágeas
FinalidadeLaxante

GRP_INTEGRACAO

Possui Venda PermitidaS
Informe Ministério Saúde 02-
Informe Ministério Saúde 04-
Informe Ministério Saúde 05-
Informe Ministério Saúde 08-
Informe Ministério Saúde 09-
Informe Ministério Saúde 01"NÃO USE ESTE MEDICAMENTO EM CASO DE DOENÇAS INTESTINAIS GRAVES. SE PERSISTIREM OS SINTOMAS, O MÉDICO DEVERÁ SER CONSULTADO."
Informe Ministério Saúde 03-
Informe Ministério Saúde 06-
Informe Ministério Saúde 07-
Informe Ministério Saúde 10-
Princípio AtivoBISACODIL

Característica

FabricanteUnião Química
IndicaçãoEditor HTML Online
ComposiçãoBISACODIL (5MG)
ContraindicaçãoEditor HTML Online
RMS1.0497.1168.003-3 / 1.0497.1168.001-7

Saiba Mais

Saiba Mais

BISALAX 5MG

Indicações:
Bisalax é indicado nos casos de constipação intestinal. Nos procedimentos diagnósticos, no pré e pós-operatório e em condições que exigem uma evacuação facilitada. Bisalax deverá ser usado somente sob supervisão médica.

Contra-indicações:
O produto é contra-indicado em pacientes com hipersensibilidade ao bisacodil ou a qualquer outro componente da fórmula. O bisacodil é contra-indicado nos casos de íleo, obstrução intestinal, quadros abdominais agudos, como apendicite aguda, doenças inflamatórias agudas do intestino e dor abdominal grave associada com náusea e vômito, que podem ser sintomas de problemas mais graves. Bisalax também é contra-indicado em casos de desidratação. É contra-indicado em problemas hereditários raros que podem ser incompatíveis com excipientes do produto (veja o item Precauções).

Advertências:
Gerais: como ocorre com todos os laxativos, o Bisalax não deve ser utilizado diariamente por período prolongado. Se houver necessidade do uso diário de laxantes, deve-se investigar a causa da constipação. O uso excessivamente prolongado pode causar um desequilíbrio eletrolítico e hipocalemia. Há relatos de tontura e/ou síncope em pacientes tratados com bisacodil. Os dados disponíveis nestes casos sugerem que os eventos podem ser relacionados com a síncope da defecação (ou síncope atribuível ao esforço para defecar), ou com a resposta vasovagal à dor abdominal que pode estar relacionada à constipação que induziu o paciente a recorrer ao uso de um laxativo, e não necessariamente ao uso do bisacodil. Gravidez: não existem estudos adequados e controlados em mulheres grávidas. A ampla experiência não tem demonstrado efeitos indesejáveis ou prejudiciais durante a gravidez. Mesmo assim, como ocorre com todos os fármacos, durante a gravidez o produto somente deverá ser administrado sob prescrição médica. Este medicamento não deve ser utilizado por mulheres grávidas sem orientação médica. Amamentação: não foi estabelecido se bisacodil passa para o leite materno. Por essa razão, a amamentação durante o tratamento com o produto não é recomendada. Pediatria: crianças não devem utilizar o produto sem orientação médica.

Uso na gravidez:
Este medicamento não deve ser utilizado por mulheres grávidas sem orientação médica. Como ocorre com todos os laxantes, o uso do produto durante a gravidez, depende de rigorosa indicação médica, sobretudo no primeiro trimestre. Informe seu médico a ocorrência de gravidez na vigência do tratamento ou após o seu término. Informe ao médico se está amamentando.

Interações medicamentosas:
O uso concomitante de diuréticos ou adrenocorticosteróides pode aumentar o risco de desequilíbrio eletrolítico, se forem utilizadas doses excessivas de bisacodil. O desequilíbrio eletrolítico pode aumentar a sensibilidade aos glicosídeos cardíacos.

Reações adversas / Efeitos colaterais:
Informe seu médico o aparecimento de reações desagradáveis. Reações desagradáveis são raras quando se usa o produto por pouco tempo. No entanto, em casos isolados, relataram-se desconforto abdominal e diarréia. Ocorrendo reações adversas intensas, procure orientação médica.

TODO MEDICAMENTO DEVE SER MANTIDO FORA DO ALCANCE DAS CRIANÇAS.

Característica

ApresentaçãoDrágeas
FinalidadeLaxante

GRP_INTEGRACAO

Possui Venda PermitidaS
Informe Ministério Saúde 02-
Informe Ministério Saúde 04-
Informe Ministério Saúde 05-
Informe Ministério Saúde 08-
Informe Ministério Saúde 09-
Informe Ministério Saúde 01"NÃO USE ESTE MEDICAMENTO EM CASO DE DOENÇAS INTESTINAIS GRAVES. SE PERSISTIREM OS SINTOMAS, O MÉDICO DEVERÁ SER CONSULTADO."
Informe Ministério Saúde 03-
Informe Ministério Saúde 06-
Informe Ministério Saúde 07-
Informe Ministério Saúde 10-
Princípio AtivoBISACODIL

Característica

FabricanteUnião Química
IndicaçãoEditor HTML Online
ComposiçãoBISACODIL (5MG)
ContraindicaçãoEditor HTML Online
RMS1.0497.1168.003-3 / 1.0497.1168.001-7

Saiba Mais

Saiba Mais

BISALAX 5MG

Indicações:
Bisalax é indicado nos casos de constipação intestinal. Nos procedimentos diagnósticos, no pré e pós-operatório e em condições que exigem uma evacuação facilitada. Bisalax deverá ser usado somente sob supervisão médica.

Contra-indicações:
O produto é contra-indicado em pacientes com hipersensibilidade ao bisacodil ou a qualquer outro componente da fórmula. O bisacodil é contra-indicado nos casos de íleo, obstrução intestinal, quadros abdominais agudos, como apendicite aguda, doenças inflamatórias agudas do intestino e dor abdominal grave associada com náusea e vômito, que podem ser sintomas de problemas mais graves. Bisalax também é contra-indicado em casos de desidratação. É contra-indicado em problemas hereditários raros que podem ser incompatíveis com excipientes do produto (veja o item Precauções).

Advertências:
Gerais: como ocorre com todos os laxativos, o Bisalax não deve ser utilizado diariamente por período prolongado. Se houver necessidade do uso diário de laxantes, deve-se investigar a causa da constipação. O uso excessivamente prolongado pode causar um desequilíbrio eletrolítico e hipocalemia. Há relatos de tontura e/ou síncope em pacientes tratados com bisacodil. Os dados disponíveis nestes casos sugerem que os eventos podem ser relacionados com a síncope da defecação (ou síncope atribuível ao esforço para defecar), ou com a resposta vasovagal à dor abdominal que pode estar relacionada à constipação que induziu o paciente a recorrer ao uso de um laxativo, e não necessariamente ao uso do bisacodil. Gravidez: não existem estudos adequados e controlados em mulheres grávidas. A ampla experiência não tem demonstrado efeitos indesejáveis ou prejudiciais durante a gravidez. Mesmo assim, como ocorre com todos os fármacos, durante a gravidez o produto somente deverá ser administrado sob prescrição médica. Este medicamento não deve ser utilizado por mulheres grávidas sem orientação médica. Amamentação: não foi estabelecido se bisacodil passa para o leite materno. Por essa razão, a amamentação durante o tratamento com o produto não é recomendada. Pediatria: crianças não devem utilizar o produto sem orientação médica.

Uso na gravidez:
Este medicamento não deve ser utilizado por mulheres grávidas sem orientação médica. Como ocorre com todos os laxantes, o uso do produto durante a gravidez, depende de rigorosa indicação médica, sobretudo no primeiro trimestre. Informe seu médico a ocorrência de gravidez na vigência do tratamento ou após o seu término. Informe ao médico se está amamentando.

Interações medicamentosas:
O uso concomitante de diuréticos ou adrenocorticosteróides pode aumentar o risco de desequilíbrio eletrolítico, se forem utilizadas doses excessivas de bisacodil. O desequilíbrio eletrolítico pode aumentar a sensibilidade aos glicosídeos cardíacos.

Reações adversas / Efeitos colaterais:
Informe seu médico o aparecimento de reações desagradáveis. Reações desagradáveis são raras quando se usa o produto por pouco tempo. No entanto, em casos isolados, relataram-se desconforto abdominal e diarréia. Ocorrendo reações adversas intensas, procure orientação médica.

TODO MEDICAMENTO DEVE SER MANTIDO FORA DO ALCANCE DAS CRIANÇAS.