Tags associadas a esse produto pelos consumidores

O que são Tags? Tags são palavras-chaves associadas aos produtos pelos próprios consumidores. Ao clicar em uma Tag você poderá ver todos os produtos associados a ela.

Adicione sua primeira tag
Ilaris 150mg Injetável com 1 Ampola sem Diluente
Ilaris 150mg tem como princípio ativo o canaquinumabe, utilizado para o tratamento de doenças e patologias caracterizadas pela produção excessiva, local ou sistêmica de IL-1 beta.

Só compre seus medicamentos com a garantia do padrão Araujo. Preços exclusivos Site e App 😎😉

Formulário de Cadastro Programa de Benefícios em Medicamentos do Laboratório
Dados da Conta

Ilaris 150mg Injetável com 1 Ampola sem Diluente

Por: R$ 66.710,36ou X de

Parcele em x de Sem Juros

07896241200025_1
Ilaris 150mg Injetável com 1 Ampola sem Diluente
Por: R$ 66.710,36ou
6x de R$ 11.118,39
sem juros
ComprarVendedor Araujo

Produto refrigerado. Não efetuamos troca.

Manter sob refrigeração conforme recomendação do fabricante.

Não efetuamos troca.

Receba em casa
em90 minutos
consulte endereço.
RetireGrátis
em uma loja

Ilaris 150mg tem como princípio ativo o canaquinumabe, utilizado para o tratamento de doenças e patologias caracterizadas pela produção excessiva, local ou sistêmica de IL-1 beta.

Informações do produto

Compartilhe este produto

Saiba Mais

GRP_INTEGRACAO

Possui Venda PermitidaS
ExclusivoN
FabricanteNovartis
Informe Ministério Saúde 01"VENDA SOB PRESCRIÇÃO MÉDICA."
Princípio AtivoCANAQUINUMABE

Característica

ComposiçãoCANAQUINUMABE (150MG)
RMS1.0068.1068.001-1
Indicação
Síndromes periódicas associadas à criopirina, em adultos e crianças com 2 anos ou mais; artrite idiopática juvenil sistêmica.
Contraindicação
Hipersensibilidade confirmada à substância ativa ou a qualquer um dos excipientes; menores de 2 anos de idade.

Saiba Mais

Saiba Mais

ILARIS 150MG NOVARTIS INJETÁVEL 1 AMPOLA SEM DILUENTE
 

Síndromes Periódicas Associadas à Criopirina (CAPS) Ilaris é utilizado em adultos, adolescentes e crianças com 2 anos ou mais, com peso corporal de 7,5 kg e acima para o tratamento das seguintes doenças autoinflamatórias, que são coletivamente conhecidas como Síndromes Periódicas Associadas à Criopirina (CAPS), incluindo: Síndrome de Muckle-Wells (MWS). Doença Inflamatória Multissistêmica de Início Neonatal (NOMID) também chamada de Síndrome crônico-infantil neurológica-cutânea-articular (CINCA).  Formas graves de Síndrome Autoinflamatória Familiar desencadeada pelo Frio (FCAS) também chamada de Urticária Familiar ao Frio (FCU), apresentando sinais e sintomas de erupção cutânea induzida pelo frio. Síndrome Periódica Associada ao Receptor do Fator de Necrose Tumoral (TRAPS) Ilaris é indicado para o tratamento de Síndrome periódica associada ao receptor do fator de necrose tumoral (TRAPS) em adultos e crianças com 2 anos ou mais. Síndrome da Hiperimunoglobulinemia D (HIDS) / Deficiência da Mevalonato Quinase (MKD) Ilaris é indicado para o tratamento da Síndrome da Hiperimunoglobulinemia D (HIDS) / Deficiência da Mevalonato Quinase (MKD) em adultos e crianças com 2 anos ou mais. Febre Familiar do Mediterrâneo (FFM) Ilaris é indicado para o tratamento da Febre Familiar do Mediterrâneo em adultos e crianças com 2 anos ou mais, nos quais a colchicina é contraindicada, não é tolerada, ou não apresenta uma resposta adequada, apesar da maior dose tolerável de colchicina. Ilaris pode ser administrado como monoterapia ou em combinação com colchicina. Ilaris também é indicado para o tratamento de: Doença de Still, incluindo doença de Still do Adulto (DSA) e Artrite Idiopática Juvenil Sistêmica (AIJS) Ilaris é usado para tratar a doença de Still ativa, incluindo a doença de Still do Adulto (DSA) e Artrite Idiopática Juvenil Sistêmica (AIJS) em pacientes com 2 anos ou mais, que não tenham respondido adequadamente à terapia anterior com medicamentos anti-inflamatórios não esteroides (AINEs) e corticosteroides sistêmicos. Ilaris pode ser usado como monoterapia ou em combinação com metotrexato. Doença de Still, incluindo DSA e AIJS são doenças autoinflamatórias que podem causar dor, inchaço e inflamação de uma ou mais articulações, bem como erupção cutânea, sintomas sistêmicos recorrentes de febre, nódulos linfáticos aumentados, fígado e baço aumentados e inflamação do revestimento interno dos órgãos do corpo. Como uma doença autoinflamatória, os sinais e sintomas da DSA e AIJS são causados por aumento na produção e/ou sensibilidade aos mensageiros inflamatórios (citocinas) liberados pelas células imunes. 

Ilaris pertence ao grupo de medicamentos chamados de inibidores de interleucina. A substância ativa de Ilaris é o canaquinumabe, um anticorpo monoclonal totalmente humano. Ele bloqueia a atividade da substância chamada IL-1 beta, que está presente em níveis elevados nas doenças inflamatórias como CAPS e doença de Still (AIJS e DSA). Em pacientes com CAPS, TRAPS, HIDS/MKD e FMF, o corpo produz uma quantidade excessiva de um mediador químico conhecido como interleucina-1 beta (IL-1 beta). Isso pode provocar sintomas como febre, dor de cabeça, fadiga, erupção cutânea ou dores nas juntas e músculos. Em alguns pacientes, efeitos mais graves são observados, como VP8 = Ilaris_Bula_Paciente 2 a diminuição da capacidade auditiva. Ilaris se liga seletivamente à IL-1 beta, bloqueando sua atividade e conduzindo a uma melhora dos sintomas. Estudos clínicos mostram que a mensagem pró-inflamatória chamada de IL-1 beta desempenha um importante papel em doença de Still bloqueando a atividade da IL-1 beta, o canaquinumabe leva a uma melhora dos sinais e sintomas da doença de Still. Se você tiver dúvidas sobre como este medicamento funciona ou por que ele foi prescrito, entre em contato com seu médico. O pico de concentração plasmática (Cmáx) de canaquinumabe ocorreu em aproximadamente 7 dias após a administração de uma dose única subcutânea de 150 mg em pacientes adultos com CAPS.

 

Características

Classificação

Fabricante

Marca

Indicação

Composição

Contraindicação

RMS

GRP_INTEGRACAO

Possui Venda PermitidaS
ExclusivoN
FabricanteNovartis
Informe Ministério Saúde 01"VENDA SOB PRESCRIÇÃO MÉDICA."
Princípio AtivoCANAQUINUMABE

Característica

ComposiçãoCANAQUINUMABE (150MG)
RMS1.0068.1068.001-1
Indicação
Síndromes periódicas associadas à criopirina, em adultos e crianças com 2 anos ou mais; artrite idiopática juvenil sistêmica.
Contraindicação
Hipersensibilidade confirmada à substância ativa ou a qualquer um dos excipientes; menores de 2 anos de idade.

Saiba Mais

Saiba Mais

ILARIS 150MG NOVARTIS INJETÁVEL 1 AMPOLA SEM DILUENTE
 

Síndromes Periódicas Associadas à Criopirina (CAPS) Ilaris é utilizado em adultos, adolescentes e crianças com 2 anos ou mais, com peso corporal de 7,5 kg e acima para o tratamento das seguintes doenças autoinflamatórias, que são coletivamente conhecidas como Síndromes Periódicas Associadas à Criopirina (CAPS), incluindo: Síndrome de Muckle-Wells (MWS). Doença Inflamatória Multissistêmica de Início Neonatal (NOMID) também chamada de Síndrome crônico-infantil neurológica-cutânea-articular (CINCA).  Formas graves de Síndrome Autoinflamatória Familiar desencadeada pelo Frio (FCAS) também chamada de Urticária Familiar ao Frio (FCU), apresentando sinais e sintomas de erupção cutânea induzida pelo frio. Síndrome Periódica Associada ao Receptor do Fator de Necrose Tumoral (TRAPS) Ilaris é indicado para o tratamento de Síndrome periódica associada ao receptor do fator de necrose tumoral (TRAPS) em adultos e crianças com 2 anos ou mais. Síndrome da Hiperimunoglobulinemia D (HIDS) / Deficiência da Mevalonato Quinase (MKD) Ilaris é indicado para o tratamento da Síndrome da Hiperimunoglobulinemia D (HIDS) / Deficiência da Mevalonato Quinase (MKD) em adultos e crianças com 2 anos ou mais. Febre Familiar do Mediterrâneo (FFM) Ilaris é indicado para o tratamento da Febre Familiar do Mediterrâneo em adultos e crianças com 2 anos ou mais, nos quais a colchicina é contraindicada, não é tolerada, ou não apresenta uma resposta adequada, apesar da maior dose tolerável de colchicina. Ilaris pode ser administrado como monoterapia ou em combinação com colchicina. Ilaris também é indicado para o tratamento de: Doença de Still, incluindo doença de Still do Adulto (DSA) e Artrite Idiopática Juvenil Sistêmica (AIJS) Ilaris é usado para tratar a doença de Still ativa, incluindo a doença de Still do Adulto (DSA) e Artrite Idiopática Juvenil Sistêmica (AIJS) em pacientes com 2 anos ou mais, que não tenham respondido adequadamente à terapia anterior com medicamentos anti-inflamatórios não esteroides (AINEs) e corticosteroides sistêmicos. Ilaris pode ser usado como monoterapia ou em combinação com metotrexato. Doença de Still, incluindo DSA e AIJS são doenças autoinflamatórias que podem causar dor, inchaço e inflamação de uma ou mais articulações, bem como erupção cutânea, sintomas sistêmicos recorrentes de febre, nódulos linfáticos aumentados, fígado e baço aumentados e inflamação do revestimento interno dos órgãos do corpo. Como uma doença autoinflamatória, os sinais e sintomas da DSA e AIJS são causados por aumento na produção e/ou sensibilidade aos mensageiros inflamatórios (citocinas) liberados pelas células imunes. 

Ilaris pertence ao grupo de medicamentos chamados de inibidores de interleucina. A substância ativa de Ilaris é o canaquinumabe, um anticorpo monoclonal totalmente humano. Ele bloqueia a atividade da substância chamada IL-1 beta, que está presente em níveis elevados nas doenças inflamatórias como CAPS e doença de Still (AIJS e DSA). Em pacientes com CAPS, TRAPS, HIDS/MKD e FMF, o corpo produz uma quantidade excessiva de um mediador químico conhecido como interleucina-1 beta (IL-1 beta). Isso pode provocar sintomas como febre, dor de cabeça, fadiga, erupção cutânea ou dores nas juntas e músculos. Em alguns pacientes, efeitos mais graves são observados, como VP8 = Ilaris_Bula_Paciente 2 a diminuição da capacidade auditiva. Ilaris se liga seletivamente à IL-1 beta, bloqueando sua atividade e conduzindo a uma melhora dos sintomas. Estudos clínicos mostram que a mensagem pró-inflamatória chamada de IL-1 beta desempenha um importante papel em doença de Still bloqueando a atividade da IL-1 beta, o canaquinumabe leva a uma melhora dos sinais e sintomas da doença de Still. Se você tiver dúvidas sobre como este medicamento funciona ou por que ele foi prescrito, entre em contato com seu médico. O pico de concentração plasmática (Cmáx) de canaquinumabe ocorreu em aproximadamente 7 dias após a administração de uma dose única subcutânea de 150 mg em pacientes adultos com CAPS.

 

Veja avaliações de quem já comprou